segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

OPERAÇÃO TRANSAMAZÔNICA

Foi realizada nos dias 27,28 e 29 de janeiro de 2012, sob o comando do Superintendente Regional de Polícia Civil do Tapajós, Doutor Edinaldo Silva de Sousa, a "OPERAÇÃO TRANSAMAZÔNICA", com objetivo de combater a criminalidade na Região. A operação contou com atuação de aproximadamente dez policiais civis, dentre eles: delegados, escrivães e investigadores. Foram realizadas inúmeras diligências no município, em especial, na Rodovia Transamazônica, no sentido de combater a prostituição infantil, dentre outros crimes afins. De acordo com Delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho, Titular do Município de Rurópolis, os resultados obtidos com a realização das diligências realizadas nestes dias tiveram um caráter preventivo/Repressivo e foram bastante satisfatórios, uma vez que não houve registros de boletim de ocorrência por crimes considerados graves e relevantes, os quais são comuns no início de semana, demonstrando-se, assim, a importância e eficácia do trabalho preventivo na diminuição da criminalidade.  
Revista de pessoas em atitudes suspeitas

Também foram realizadas inúmeras investigações de forma sigilosa para futuros trabalhos de polícia judiciária a serem concretizados no município de Rurópolis. Quanto aos resultados práticos da operação foram feitas barreiras policiais, vistorias em veículos automotores (carros/motos), abordagens e revistas em pessoas em atitudes suspeitas, bem como apreensões de motocicletas irregulares e condução a delegacia de pessoas que pilotavam seus veículos com descarga alterada perturbando assim o sossego alheio a fim de coibir tal pratica.
  
Máquina caça níqueis apreendida
 
 Ainda, durante a primeira noite de operação foram apreendidas máquinas caça-níqueis com intuito de combater jogos de azar no município, bem como foram vistoriados bares, boates e clubes também com a finalidade de orientar e coibir quanto à presença e consumação de venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos, proibição da presença de pessoas portando armas de fogo e a regularidade na concessão de alvará de funcionamento expedido pela polícia civil.


vistoria em motos


Na oportunidade, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, lista seu agradecimento ao apoio logístico concedido pela prefeitura municipal de Rurópolis à polícia civil, ao delegado Superintendente, Doutor Edinaldo Sousa e a todos os colegas policiais do município de Itaituba, ao corpo de servidores e administrativo da DEPOL de Rurópolis que não mediram esforços para realização deste trabalho policial em prol da segurança pública do município de Rurópolis, bem como a população que bem recebeu e com satisfação elogiou os trabalhos policiais. Ressaltou ainda a autoridade policial, Doutor Ari Vital Filho, que deverá haver continuidade do referido trabalho policial na região com este intercâmbio de policiais civis da Superintendência no decorrer do ano de 2012.
Reportagem: Paulino Mágno
Postagem: H. Marinho


 

“TERRA LEGAL DE BELÉM FAZ ENTREGAS DE TÍTULOS DEFINITIVOS NO MUNICÍPIO DE CONCÓRDIA DO PARÁ"

Em resposta a matéria postada no dia 24 do corrente mês sob o título “CEPLAC, ÚNICO ÓRGÃO ATUANTE EM RURÓPOLIS E REGIÃO” continuo realmente sem saber se existe outro fazendo algum serviço em prol do homem do campo aqui em nossa cidade ou nos municípios circunvizinhos. Recebi muitas críticas, principalmente de servidores federais, dizendo que estou “detonando” os órgãos. Minha intenção não é essa e sim divulgar os trabalhos que está sendo feito em nosso município e região. Terei o maior prazer de "puxar o saco" do técnico ou do órgão que mostrar o que está fazendo. Não é só dizer com palavras e sim mostrar fotos para comprovarmos a veracidade da notícia. Agora se o órgão, autarquia, ou instituição que você representa não tem o que mostrar...
Por exemplo: Manoel Pinheiro, Técnico de Regularização Fundiária, lotado na Superintendência Regional, com sede em Belém, capital do Estado, nos informou que na SR (01), os trabalhos estão sendo realizados, e estão cumprindo com suas obrigações junto ao homem do campo.
Técnico Pinheiro "pegando" assinatura dos agricultores
beneficiados com o Título de Propriedade
Manoel Pinheiro, informou ainda, que nos dias 26 a 29 de dezembro foram entregues 12 (doze) e no dia 18 de dezembro de 2011, a equipe do “TERRA LEGAL” de Belém, promoveu a entrega de 45 (quarenta e cinco) Título de Propriedade para os ocupantes de áreas da GLEBA BUJARÚ, localizada no município de Concordia do Pará, que fica no nordeste do Estado. 

Técnicos do INCRA  "pegando" assinatura dos agricultores beneficiados com o Título de Propriedade
Estiveram presente na entrega dos títulos: Raimundo SEPEDA (Superintendente Nacional do Terra Legal ), Shirley Anne Nascimento ( Secretaria substituta do Terra Legal na Amazônia Legal ), Raimundo Silva - Castanheira ( Coordenador Regional na Amazônia Legal), Cláudio Soares ( Chefe da Divisão da Reg. Fundiária - Belém ), Telmo Pinon ( Chefe da Administração da Reg. Fundiária - Incra/Belém ),  Manoel Pinheiro (Técnico da Reg. Fundiária -  Incra/Belém,  David Araújo ( Técnico da Reg. Fundiária - Incra/Belém), Telma (vice Prefeita do município de Concórdia do Pará), Jaciara ( Presidenta do Sindicato dos Trab. Rurais de Concórdia do Pará),  Damasceno ( Chefe da Secretaria de Meio Ambiente de Concórdia do Pará), Carlos Bordalo (Dep. Estadual do PT), Beto Faro ( Dep. Federal do PT). Pinheiro ressaltou ainda, que a equipe está reunida, planejando as ações que serão realizadas neste ano de 2012.

Agricultores aguardando recebimento do TD

Autoridades discursando
 
Agricultora recebendo o documento da terra
 
Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultora recebendo o documento da terra

Agricultores esperando para receber o documento da terra

Com as fotos acima, podemos comprovar a veracidade da informação. Valeu a pena saber que o INCRA apesar de não ser em nossa região, está fazendo alguma coisa. Parabéns para a SR(01), apesar de acharmos que é pouco, pelo menos mostrou que está tabalhando e fazendo jus a confiança nela depositada. Estou esperando informação de alguem da região.

Informação: Manoel Pinheiro - Técnico de regularização Fundiária - SR(01) - Belém - Pará.
Postagem: H. Marinho

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A POLITICAGEM PODE ACABAR COM O INCRA

Estupidez gera indignação   
INCRA fecha em Itaituba a maior unidade avançada do Brasil

“A decisão partiu de políticos que vivem em Brasilia que não conhece a realidade da nossa região”.


Peninha, Ranilson, Valmir, Andre e Adalberto com Carneiro

Após 30 anos servidos a milhares de famílias de agricultores que vivem em toda região da Transamazônica e Santarém-Cuibá, especialmente as que vivem exclusivamente da reforma agrária, a Unidade Avançada do INCRA na região de Itaituba acaba de fechar.
A falta de respeito, a atitude irresponsável partiu diretamente do presidente do INCRA em Brasilia, Celso Lacerda que alega inoperância do órgão para a região.
A atitude de Celso Lacerda e seus comandados lá de Brasília causou revolta geral, inclusive nos políticos que representam parte dos 100 mil agricultores assentados em 7 municípios, Itaituba, Novo Progresso, Jacareacanga, Aveiro, Trairão e Rurópolis.Nesta terça-feira, os prefeitos de Itaituba Valmir Climaco e de Aveiro Ranilson Prado, acompanhados do vereador Luiz Fernando Sadeck, o popular Peninha estiveram em audiência com o Superintendente do INCRA Francisco Carneiro  quando pediram a reativação da unidade do Incra em Itaituba. Em tom de indignação, o vereador Peninha pediu que o presidente do INCRA revise com muito cuidado a decisão, que em sua opinião foi causado por políticos que não conhecem a realidade da região que tem milhares de agricultores que depende da Unidade Avançada. Ele disse que vai fazer uma mobilização com a classe política, sindicatos com a finalidade de alertar os deputados e senadores para o tamanho da aberração que foi cometida contra os pobres colonos. ”Como um colono, ou um assentado vai sair de Jacareacanga ou Novo Progresso para tirar sua carteira em Santarém, já que Itaituba já era quase impossível”, disse o vereador do PMDB.
A Unidade Avançada de Itaituba foi a única a ser fechada no Estado do Pará, entre as 13 no Brasil.
MATÉRIA EXTRAÍDA NA ÍNTEGRA DO BLOG DO XAROPE
NOSSO COMENTÁRIO: Fico triste em ver a situação em que se encontra a administração do INCRA - Instituto Nacional de colonização e Reforma Agrária um dos Órgãos mais importantes para o desenvolvimento do Brasil, servindo de brinquedo nas mãos de politiqueiros e mercenários. Hoje o INCRA é comandado pelos politiqueiros que ficam medindo forças para mostrar o poder de seus partidos deixando de se preocupar com os trabalhos que devem ser desenvolvidos pelo Órgão em prol dos sempre enganados homens do campo. Esses politiqueiros são tão burros, pois em vez de apadrinhar pessoas da área, pessoas com conhecimento, que possa ajudá-los em suas campanhas eleitorais, não, ficam dando poder e posições para um bando de incompetentes, que não sabem nem o que estão fazendo e nem para que foram colocados em tal cargo. A politicagem transformou o INCRA em apenas um setor: "Terra Legal". Esse setor está comandando todos os trabalhos do INCRA, fazendo um monte de bobagens (aqui em nossa região) que será difícil mais tarde serem consertado. Não existe mais lei no INCRA, estão rasgando o Estatuto da Terra (Lei 4.504 de 30/11/1964), hoje existe as “Instruções Normativas” que é feita conforme o interesse de cada um que entra no poder. Aqui em nossa região, o trabalho da Autarquia é totalmente diferente de outras regiões, mas o pessoal, “os doutores” do INCRA estão convictos que regularização fundiária e Projetos de Assentamentos da Reforma Agrária ou os Projetos de Assentamentos Oficiais, são a mesma coisa, É BRINCADEIRA!!!!!!!!! Já fiz um comentário no Blog do Jeso e uns anônimos (que são vários covardes que não tem coragem de se identificar, mas escrevem o que querem) falou que eu estaria falando besteira. Volto a dizer: só quem está sendo prejudicado com essa “brincadeira” é o homem do campo. Esses politiqueiros e os incompetentes (para o trabalho) vão se revezando. Esse fica rico, entra outro... Já falei e vou falar novamente: Quem viver verá quem está com a razão. Estão querendo acabar também com a Unidade Avançada de Itaituba, com sede em Rurópolis. Já pensaram como ficará a situação do homem do campo que pertencem a essa jurisdição? Vale ressaltar, que a Unidade a ser extinta seria a de Rurópolis, mas como os CHEFES tem grande conhecimento do que estão fazendo, extinguiram a Unidade Avançada de Cachimbo que fica em Miritituba, município de Itaituba, é mole! (entenderam? Pensaram que Unidade Avançada de Itaituba ficava lá, mas fica em Rurópolis). O que deve ser feito, não é extinguir as Unidades Avançadas e sim dar condições de funcionamento, montar um quadro funcional que possa dar atendimento eficiente e que possa abranger toda a jurisdição. Concluir os assentamentos realizados, pois para isso milhares de reais foram jogados fora. Vamos voltar às vistorias e dar o Titulo de propriedade aqueles que estão labutando na terra, VAMOS PARAR DE PALHAÇADA!!!!!!!!!!!!!
H. Marinho

TOMBOU SAMUQUINHA, TROCOU TIROS COM A PM E SE DEU MAL.

O Elemento Samuel Alves de Lima, 24 anos, deu adeus à vida de bandidagem as 21h30minhs da noite da ultima quarta-feira (24), quando em confronto com a polícia de Tucuruí, levou a pior e tombou para sempre. Velho conhecido no mundo do crime “samuelzinho” como era conhecido, tinha diversas passagens pela policia e segundo o registro feito na 83º seccional da cidade de Tucuruí, sul do Pará, registrado pelo SGT. PM Marcelino Luciano dos Anjos Pereira que fazia ronda naquela noite o Samuca, reagiu a uma abordagem, sacou de uma arma e antes que pudesse disparar foi alvejado por disparos de dois policiais que estavam em uma motocicleta.
"Samuelzinho"
Após ser abatido, o anjo do mal foi reconhecido por um menor que se dizia ser dono da moto que Samuel dirigia, e que segundo o menor, Samuel usou uma arma tipo revolver para ameaçá-lo. O Delegado de Polícia Civil, doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, afirmou que em Rurópolis, Samuel Alves Lima teve diversas passagens pela DEPOL, inclusive preso em flagrante por crime de porte ilegal de arma de fogo e por portar munições (Art. 14 Lei nº 10.823/2003 c/c 331 do CPB), onde figurava como vítima o Estado/Sociedade. Após investigações sobre sua possível participação no assalto ao Banco da Amazônia, foi encontrado em sua posse, armas e munição em sua residência. Já preso, ainda foi instaurado um novo inquérito contra Samuel, desta vez por péssimo comportamento em cela. Segundo informações colhidas na DEPOL de Rurópolis, Samuel brigou na cela com os outros presos, tentou torturar e ameaçou sexualmente os companheiros de “AP”. Posteriormente, também por medida de cautela e segurança, o criminoso foi transferido para o presídio de Itaituba de onde foi a pedido da família levado para Tucuruí, onde segundo comentários o mesmo teria matado um policial militar. Não se comenta a época do suposto crime.
Reportagem e fotografia: Paulino Magno/Rurópolis
Boletim de ocorrência nº 00083/2012.000392-2

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

CEPLAC, ÚNICO ÓRGÃO ATUANTE EM RURÓPOLIS E REGIÃO

Tivemos o prazer de conversar com José Mário Barbosa de Barros, um dos técnicos agrícolas mais antigos na região. José Mário é oriundo do Estado de Pernambuco e chegou à região ainda jovem começando seus trabalhos no INCRA e posteriormente foi transferido para a CEPLAC. Funcionário competente naquilo que faz, e hoje está desenvolvendo um grande trabalho, juntamente com seus companheiros, tanto na região do município de Rurópolis, como também na região do município de Aveiro. Para conhecimento, solicitamos ao mesmo, que falasse um pouco sobre a atividade da Instituição e explicasse o que quer dizer a sigla “CEPLAC” além do por extenso Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira.

José Mário Barbosa

SP: Em primeiro lugar, quando foi criada a CEPLAC?
JM: A CEPLAC (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira) foi criada em fevereiro de 1957, no estado da Bahia. Hoje suas atividades abrangem as regiões produtoras de cacau nos estados do Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Pará e Rondônia, sob o comando do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento-MAPA.
SP: No Estado do Pará, qual a área de atuação da Superintendência Regional?
JM: A Superintendência do Desenvolvimento da Região Cacaueira no Estado do Pará – SUEPA , atua em 50 municípios, com sua sede localizada em Belém, capital do Estado.
SP: Quais as atividades coordenadas por essa Superintendência?
JM: Tirando as de menor relevância, a superintendência coordena as seguintes atividades: Pesquisa e experimentação, através do serviço de pesquisa – SEPES; Assistência Técnica e Extensão Rural, através do serviço de Extensão – SEREX; Apoio ao Credito Rural; Capacitação de técnicos, Produtores e Trabalhadores Rurais; e outras atividades afins.
SP: Quais são os dados conquistados com os trabalhos de assistência e extensão rural no Estado do Pará?
JM: Os trabalhos de assistência técnica e extensão rural no estado do Pará contemplam em seu universo: (dados de 2009) Território da cidadania: 06; Propriedades atendidas: 11.914; Área Assistida: 92.194,0000 ha; Produção: 62.000 toneladas; Geração de empregos: 181 mil; ICMS arrecadado: 28 milhões.
Além disso, a CEPLAC mantém 03 campos experimentais: um localizado no município de Medicilândia, com capacidade de produção de 12 milhões de sementes híbridas de cacau por ano, um segundo no município de Marituba, na qual se encontra instalado o maior banco de Gemoplasma do mundo, local onde está concentrado todo material genético de cacaueiros coletados e/ou introduzido na Amazônia. E o terceiro campo localizado no município de Tucumã.

Ténico José Mário

SP: Os trabalhos da CEPLAC anteriormente eram mais voltados para as áreas sentido Rurópolis / Placas. Quando foi decidido que valia apenas investir em outras áreas e qual os frutos colhidos dos trabalhos realizados, principalmente na região de Aveiro?
JM: Em 2009 começamos a trabalhar diretamente na região de Fordlândia, onde em audiência com a Prefeita Gorete, foi cedido à CEPLAC, 02 técnicos agrícolas, funcionários da prefeitura, para ajudar na assistência técnica aos produtores rurais do município. Atualmente contamos somente com 01 técnico. Nesse mesmo ano, distribuímos 125.000 sementes hibridas de cacau para 40 produtores.
Em 2010 o prefeito Sales alugou o prédio onde atualmente este localizado o escritório da CEPLAC em Fordlândia. Nesse ano foram distribuídas 200.000 sementes hibridas de cacau para 69 produtores. Também elaboramos e foi aprovado junto ao Banco da Amazônia agencia de Rurópolis 18 projetos de financiamento para plantação de cacau, perfazendo um total aproximado de mais de R$ 350.000,00 (quinhentos mil reais).
Em 2011 com o apoio do atual prefeito Ranilson e do secretário de agricultura Ulisses, que cederam para trabalhar no escritório de Fordlândia mais 03 funcionários da Prefeitura (01 administrativo e 02 auxiliares) e o aluguel do prédio e tem dado todo apoio logístico no que se refere ao deslocamento de barco e carro para a entrega de sementes aos produtores, a CEPLAC distribuiu no município de AVEIRO este ano, 400 mil sementes hibridas de cacau para 167 produtores rurais, tanto na Transfordlândia como na região de Brasília Legal, onde tivemos a oportunidade juntamente com a equipe da secretaria de agricultura de participarmos de várias reuniões nos projetos de assentamentos. Também elaboramos 25 projetos de financiamentos para plantio de cacau e gado de leite. Totalizando um montante de mais de R$ 700, 000,00 (setecentos mil reais). Ainda na região entre Fordlândia e Brasília Legal tivemos a oportunidade de conhecer varias áreas de cacau com mais 150 anos de existência, segundo informações do produtor. Já encaminhamos relatório para Belém solicitando a vinda de uma equipe de pesquisadores da CEPLAC para melhor avaliar e detectar a real idade dos cacaueiros.
SP: Pelo acima exposto, parece que tudo está sendo fácil para realização dos serviços, mas, sabemos que a realidade é bem outra. É preciso muita luta para se conseguir trabalhar, principalmente pela falta de recursos, sendo eles, financeiros, material humano, falta de apoio, etc... Para encerrar: Para um melhor atendimento aos produtores na parte de financiamentos, em sua opinião, qual o maior entrave?
JM: Um dos maiores entraves, para aumentar o numero de financiamentos é a emissão da DAP (declaração de aptidão ao Pronaf) que nos projetos de assentamentos só quem emite é o INCRA, o que limita os produtores das vicinais da Transfordlândia, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e nas regiões do Egito, Boa Esperança e Brasília Legal de terem acesso ao crédito rural.
Esperamos em 2012 continuarmos contando com o apoio dos poderes Executivo e Legislativo, para a melhoria de vida dos produtores rurais do município de Aveiro e região.

NOSSOS COMENTÁRIOS: quando colocamos no título "CEPLAC, único órgão atuante em Rurópolis e região" é porque realmente desconhecemos outro que esteja cumprindo com suas obrigações. Se tiver e quiser divulgar seus trabalhos, teremos o maior prazer em mostrar a eficiência, apesar de que estar fazendo o seu trabalho, não está fazendo mais que obrigação, pois estão sendo bem pagos.

Matéria e Postgem: H. Marinho


segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Vem ai a 11ª Copa Kevin de Futsal, um Evento que envolve praticamente todas as categorias:

Máster, Principais, sub-16, sub-14 e sub-12. Ao todo quarenta equipes, quase quinhentas pessoas entre atletas dirigentes e técnicos estarão envolvidos nesse que é o maior evento esportivo de Rurópolis. Não é um campeonato municipal, mas é como se fosse, é a única competição realizada no ano, desta natureza. Este ano novamente não teremos o charme e a elegância, das atletas femininas, pois não se formaram equipes suficientes para competir. Teria que ter pelo menos quatro times e na verdade só apareceu um. Este é o segundo ano que este evento acontece sem a presença feminina, a outra foi na edição de 2010.
Equipes principais: STX, Alvorada, NTN, Lambiembira, Malvee, Ecop, Caiuá, Seca Boteco, Sporting, Lozano, Posto S. João, Top Fun, Força Jovem, 100% Art e o campeão do ano passado São José. Equipes Máster: AVR, Eletrônica Sintonia, M.A-Móveis, Flamengo, Sporting, São José e o atual campeão, Madeireira Rocha. Sub-12: CFZ, ZICO-10, FOCAE 01 E 02, KM-70. Sub-14: CFZ, ZICO-10, FOCAE, KM-70 e São Paulo. Sub-14: Natural Lanche, FOCAE, KM-70, Pro Jovem e BFR.
O torneio Inicio está marcado para o dia 12 de fevereiro, e vai premiar os campeões de todas as categorias, certamente veremos grandes jogos e a participação do grande público.
Informação: Paulino Mágno
Postagem: H. Marinho

PRISÃO PREVENTIVA POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM RURÓPOLIS/PARÁ

Encontra-se preso preventivamente na delegacia de polícia civil o nacional ANTÔNIO CLEOMIR MELQUIADES, brasileiro, paraense, natural de Rurópolis, Estado do Pará, nascido em 20/03/1985, por crimes de violência doméstica previstos na lei nº 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) praticados contra a sua ex-companheira RISONEIDE LUCIA ARCO VERDE.

Antonio Cleomir

. Conforme inquérito policial já concluído, pelo delegado de polícia civil, titular do município, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, o referido nacional foi preso em flagrante delito na data de 09/01/2012, por volta das 22h00min, por policiais militares que foram acionados pela vítima a qual informou que ANTÔNIO teria acabado de chegar bastante embriagado na porta de sua casa, localizado no bairro Alvorada, chamando palavrões e passando a bagunçar o local. Pelo fato da vítima não querer abrir a porta, foi então que ANTÔNIO com raiva tentou arrombá-la, sob alegação que queria visitar naquela hora noturna a filha recém-nascida do casal e caso a mulher não abrisse e ele conseguisse arrombar a porta da casa iria quebrar o pescoço da ex-companheira, atirar a criança contra a parede e atear fogo na residência. Diante disso, ROSINEIDE se viu obrigada a fugir do local, por uma das saídas da casa, enquanto ANTONIO tentava atear fogo na porta dos fundos que dava para cozinha. A vítima ainda conseguiu entregar a criança para uma vizinha até ser apanhada por ANTÔNIO, que lhe agarrou pelos braços e exigia que a mesma lhe dissesse onde teria deixado à criança e lhe entregasse. Para não ser agredida a mulher foi obrigada a dizer onde a criança estava e o agressor dirigiu-se até a casa da vizinha. Foi quando a mulher fugiu de ANTÔNIO e com isto conseguiu telefonar para a polícia militar que chegou imediatamente prendendo-o em flagrante e conduzindo o homem até a autoridade policial, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, o qual imediatamente deu-lhe voz de prisão em flagrante. De acordo com o delegado de polícia civil, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, que presidiu o inquérito policial, a conduta do agressor foi enquadrada nas iras dos artigos 147, 150 § 1º, ambos do CPB c/c art. 7º, II da LEI 11.340/2006. As peças do auto de flagrante delito foram encaminhadas ao fórum local e imediatamente homologadas pelo juiz da comarca, concluindo em seu despacho que não havia motivos para relaxamento da prisão ou concessão de liberdade provisória, convertendo o flagrante para prisão preventiva a fim de garantir a manutenção da ordem pública e a conveniência da instrução criminal. Ressaltou o delegado de polícia civil do município de Rurópolis que de acordo com as declarações de RISONEIDE, a mesma vinha sofrendo agressões físicas ao longo do tempo, mas silenciava-se, não procurando denunciá-lo a polícia e nem processá-lo, com medo do caráter agressivo de ANTONIO CLEOMIR MELQUIADES, que certa vez, no ano de 2011, chegou à casa alcoolizado e passou chutar o ventre da ex-companheira grávida para que a mesma abortasse a criança que esperava. Durante o interrogatório o agressor negou os fatos que lhe são imputados, porém, as testemunhas ouvidas no inquérito policial dizem que tais agressões ocorreram. Para finalizar, o delegado de polícia do município afirmou que atitudes criminosas como estas devem ser denunciadas e combatidas com o máximo de rigor que a lei exige, pois o que justifica aplicação de medidas cautelares e penas rigorosas são as dimensões das condutas praticadas pelo agressor, as quais diante dos casos apresentados são rotineiras, reiteradas, lesivas e abusivas sobre a mulher, o que uma sociedade justa e livre não pode compactuar em hipótese alguma.
Fonte: Policia Civil de Rurópolis
Repórter: Paulino Mágno
Edição e postagem: H. Marinho

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

EM RURÓPOLIS A POLÍCIA CIVIL ESTÁ FAZENDO SUA PARTE


O artista J. F. P.
 Na data de 18/01/2012, por volta das 21h00min, foi apresentado na delegacia de polícia civil o adolescente de iniciais J. F. P, 17 anos, juntamente, com o nacional Welvis Rodrigues Amburgo de Jesus, 22 anos, (liberado posteriormente por não ter participação no roubo), ambos residentes nesta cidade, precisamente no Bairro da Lagoa, os quais foram pegos portando consigo um dos aparelhos de celular da marca Nokia, cor prata, furtada na madrugada do dia 14/01/2012 da residência da senhora Eliane Maria da Silva, sendo que a mesma relatou na data de hoje (19/01/2012) ao delegado de polícia civil, doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, que deixou o celular dentro da sua bolsa, pendurada na cabeceira da sua cama, no quarto do casal onde dormiam, enquanto o celular do seu marido, senhor Marcos Roberto Assunção, teria ficado sob a mesa da cozinha. Somente na manhã do dia seguinte, percebeu que alguém esteve na sua residência, mexendo em suas coisas e furtado os aparelhos. Após alguns dias, Elidiane, a irmã da vítima, passou a enviar para um dos celulares furtados, mensagens questionando atitude do autor do fato, sem mesmo saber quem seria o mesmo. Foi quando na data de ontem (18/01/2012) uma delas foi respondida com uma “cantada” afirmando que a remetente era muito bonita e que o autor do fato estaria interessado nela e por isto queria marcar um encontro às proximidades da área do parque, inclusive, era para que a mesma levasse uma amiga, pois estaria com um amigo. Com isso, a mensageira entrou em contato com a polícia militar local e armou um esquema para prender os bandidos. No local e hora marcada, foram abordados e durante a revista foram encontrados com os indivíduos um dos celulares da vítima e com isto tais elementos foram conduzidos para delegacia de polícia civil para prestar esclarecimentos. Na presença da autoridade policial o adolescente confessou que teria invadido sozinho durante o repouso noturno do casal e furtado os aparelhos de celulares e que seu vizinho não tinha nada a ver com o crime, apenas estaria lhe acompanhando no encontro quando foram abordados pela polícia militar.

Objetos recuperados pela Policia Civil de Rurópolis

Ao ser perguntado pelo delegado de polícia civil, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, onde estaria o outro aparelho celular marca Nokia, cor preta, respondeu que teria dado como “penhora” ao homem de nome ALBERTO, conhecido como “NEGÃO”, um dos organizadores de um evento festivo ocorrido no domingo (15/01/2011), pois o mesmo não tinha dinheiro para pagar sua entrada e nem dos seus outros amigos, recebendo ainda do mesmo R$ 10,00 (dez reais) para se divertirem na festa. De acordo com o delegado de polícia civil do município, além do Auto de Investigação, foi efetuado o procedimento policial cabível, para apurar a conduta criminosa do adolescente. Como há outras pessoas envolvidas, foram abertos outros procedimentos policiais por crime de receptação, haja vista, que a mesma esta configurada, bem como por crime de desobediência aos organizadores do evento e até a cassação do alvará de funcionamento do clube, uma vez que há portaria judicial que proíbe a entrada de menores e adolescentes em eventos festivos na cidade, bem como também consta tal restrição na portaria expedida pela polícia civil para realização de eventos e no alvará de funcionamento da sede.
NOSSOS COMENTÁRIOS: A Policia Civil e Militar, estão cumprindo com suas obrigações, esperamos que a justiça também faça sua parte e conserve esses vagabundos atrás das grades ou mande para o lugar devido. O que não pode acontecer, é esses marginais ficarem impune. Se for menor, que vá para um centro de recuperação até que aprenda a viver em sociedade.
O blog "Sem Polêmica" parabeniza a atuação da polícia local. Esperamos poder sempre estar elogiando e mostrando a ação dos policiais na procura de fazer cumprir a lei e a ordem.
Fonte: Policia Civil de Rurópolis / Paulino Mágno
Edição e Postagem: H. Marinho

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS DE RURÓPOLIS ELEGE NOVA DIRETORIA.


Chapa "UNIÃO SINDICAL"
Neste domingo 15/01, aconteceu o congresso do sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Rurópolis, (STTR), a chapa denominada UNIÃO SINDICAL, encabeçada por Marciano Lira foi eleita com a maioria absoluta dos votos.
Três chapas concorreram às eleições do STTR, chapa número 01- denominada “união sindical” encabeçada por Marciano Lira; chapa numero 02 – encabeçada por  Domingas Bonfim Santiago e a Chapa numero 03 – “Unir Para Crescer”, liderada pela atual ex-presidente, Andreza Cristina da Veiga.
O pleito eleitoral inicialmente marcado para as 08h00min horas, só começou as 09h30min. Um dos fatores que fez atrasar o inicio da votação foi a grande quantidade de chuva que caiu durante toda a noite anterior e se prolongou por todo o dia.  Outro fator, esse o principal, foi à falta de organização da Comissão Eleitoral. 

Marciano na hora do voto
Apenas um membro da comissão eleitoral encontrava-se no local, para tentar resolver os muitos problemas existentes, para que fosse dado o inicio aos trabalhos. Entre si, os fiscais resolveram que pra ter direito ao voto, o sócio teria que estar com o recibo de quitação e ter o seu nome em uma lista geral de associados. Por isso, muitos associados, mesmo com suas obrigações em dias, não conseguiram votar, pois a direção não elaborou uma lista das pessoas aptas ao voto. Alguns associados mesmo levando seus recibos de confirmação de quitação, eram barrados, por que seus nomes não constavam como quites nessa listagem geral. Nessa lista geral estava tudo misturado, estavam associados quites e não quites inclusive muitos que já não são mais sócios e outros que já faleceram. Resumindo, foi uma total desorganização.
Associados na fila para votar

O caso que ficou mais evidente da má fé usada pela senhora tesoureira Marizete Landi, foi o da senhora Hilda Meurer de Pares, associada, que em tempo hábil foi ao sindicato pagou suas mensalidades num total de duzentos reais, para poder exercer os seus direitos, pagou até Janeiro/2012, e mesmo assim não pôde votar. A tesoureira não entregou a carteira de sócia, pois desconfiava que senhora Hilda não votaria na candidata que Marizete apoiava, (Andreza). A senhora Hilda ficou revoltada, mas mesmo assim não foi permitido que a mesma votasse. Esse foi apenas um dos inúmeros casos que a agora ex-direção, usou pra tentar permanecer no STTR.
 
Mesa receptora
O Pleito foi bastante concorrido, pareceu um aquecimento já para as eleições de outubro vindouro, quando haverá a campanha eleitoral para escolha de prefeitos e vereadores. Os candidatos usaram todos os meios para buscas cada voto. Associados, aposentados contribuintes, os votos foram literalmente buscado nas residências de cada pessoa, já que a grande quantidade de chuva não permitia que principalmente os aposentados saíssem de casa.

senhora Rosita



A senhora Rosita que mesmo com a perna fraturada e em cadeira de rodas foi conduzida até as urnas para votar no seu candidato. 


senhor Valdomiro cumprindo com o seu dever
Outro que também não deixou de dar o seu voto, foi o senhor Valdomiro Bizonhim, de 77 anos e deficiente de uma das pernas. Mesmo assim foi lá dar a sua contribuição ao seu candidato.
A eleição aconteceu em dois locais: na comunidade Divinópolis km-70, onde existe uma sub sede e diversas delegacias sindicais. Em Divinópolis teve 152 votos válidos: 67 para Marciano, 61 para Andreza Cristina e 24 para Domingas Bonfim Santiago. Na sede do Município (Ginásio Almir Gabriel) onde aconteceu a votação, a apuração começou às 17 horas, e logo se viu que o favoritismo de Mariano Lira se tornaria realidade. Ao anunciar os votos, o mesário chamava duas ou três vezes o nome de Marciano e uma vez o das outras candidatas. O resultado foi anunciado pelo senhor Altair Costa Martine: chapa nº 01-Marciano Lira 346 votos.  Chapa nº 02-Domingas Bonfim Santiago 116 votos, Chapa nº 03 – Andreza Cristina 139 votos.

Carlinho Lima da Silva - FETAGRE

Total:
 Marciano Lira: 413-votos.

Andreza Cristina: 200-votos.
Domingas Bonfim: 140-votos.
Total de votos válidos: 753 votos,
A Eleição foi fiscalizada pelo representante da FETAGRE, Carlinho Lima da Silva, que ao final da eleição disse que o processo transcorreu normalmente e que a eleição foi legitima sem nenhum problema que pudesse levar a uma possível impugnação.
 
Carreata da vitória

Após a apuração a chapa vencedora fez uma carreata do ginásio até a frente do STTR, onde o presidente Eleito falou, agradecendo os votos recebidos e prometeu cuidar da entidade de forma a atender melhor seus associados.
Discurso do Presidente eleito
em frente ao STTR

Reportagem e fotografia: Paulino Mágno
Redação e postagem: H. Marinho 





sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

POLICIA CIVIL DE RURÓPOLIS RECUPERA FRUTO DE ROUBO

Objetos apreendidos pela Polícia Civil
Após inúmeras diligências Coordenadas e executadas pelo delegado de polícia civil, titular do município de Rurópolis, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, juntamente, com apoio do Conselho Tutelar e o corpo administrativo da própria delegacia de polícia civil foram apresentados na delegacia, os seguintes objetos: 01 CÂMERA FOTOGRAFICA DIGITAL MARCA SAMSUNG 10.2 MEGAPIXELS; 01 PEN DRIVE NAS CORES PRETO E CINZA MARCA T MOBILE; 01 TELEFONE CELULAR MARCA LG, NAS CORES PRETAS E PRATA, SEM NÚMERO DE IMEI OU N/S, DANIFICADO, COM BATERIA DANIFICADA, SEM CHIP, SEM CARTÃO SD; 01 TELEFONE CELULAR MARCA Q5, NAS CORES PRATA, VERDE E CINZA, COM UMA BATERIA, SEM CARTÃO SD, SEM CHIP, COM NUMERO DE IMEI 2: 358416041780349; 02 BATERIAS DE CELULAR SEM MARCA APARENTES; 01 CARTÃO SD DE 1 GB; 01 TELEFONE CELULAR MARCA SAMSUNG NA COR BRANCA, COM NÚMERO DE IMEI 352828/03/85386900, SEM BATERIA, SEM CHIP E SEM CARTÃO SD; 01 CHAVE  DE MOTOCICLETA HONDA COM UM CORDÃO NA COR VERMELHA; 01 FONE DE OUVIDO; 01 PLUG CARREGADOR DE CELULAR COM ENTRADA USB; 01 PULSEIRA EM METAL AMARELO MEDINDO APROXIMADAMENTE 20 CM DE COMPRIMENTO TOTAL E 01 CELULAR MARCA FASHION, NAS CORES BRANCO E AZUL, NÃO SENDO VISIVEL O NÚMERO DE IMEI, CAMERA 12.1 MEGAPIXELS; 01 TELEFONE CELULAR MARCA GINY MODELO Q9, COM OS SEGUINTES IMEIS: 1º-   355529041558031 E 2º- 3555629041649046, NA COR LARANJA, SEM CHIP, SEM CARTÃO SD, COM BATERIA; 01 TELEFONE CELULAR MARCA MINI 9800 NA COR BRANCA, COM BATERIA, SEM CHIP E SEM CARTÃO SD, Nº DE IMEI: 1º-355200110109292 E 2º- 355200110109300; 01 TELEFONE CELULAR MARCA ª DIGNITY, NA COR ROSA, COM BATERIA, IMEIS Nº: 1º- 355600822542443 E 2º- 355600822542450; 01 TELEFONE CELULAR MARCA SAMSUNG NA COR ROSA, COM BETERIA, SEM CHIP E SEM CARTÃO SD, Nº SÉRIE RSD8645878Y; 01 CARREGADOR PRETO MARCA BOYU; 01 CÂMERA FOTOGRÁFICA SAMSUNG NAS  CORES ROSA E PRETO, MODELO ES80, NÃO SENDO VISIVEL O NÚMERO DE SÉRIE; 01 RÁDIO RELÓGIO IMPORTADO, NAS CORES PRETO E AMADEIRADA,  MARCA XTREME SU 12, COM ENTRADA PARA CARTÃO SD E PENDRIVE, SEM NÚMERO DE SÉRIE; 01 RÁDIO PEQUENO IMPORTADO, MARCA MULTIMEDIA SPEAKER, COM ENTRADA PARA CARTÃO E PENDRIVE COM BATERIA; 01 RÁDIO NA COR ROSA, MARCA SPEAKER, COM ENTRADA PARA CARTÃO SD E PEN DRIVE, IMPORTADO, SEM NÚMERO DE SÉRIE; 19 FONES DE OUVIDO DE MARCAS E MODELOS DIVERSOS,  TODOS IMPORTADOS; 08 CABOS USBS NAS CORES PRETOS, SEM MARCAS APARENTES; 01 BATERIA DE CELULAR MARCA BL-4B; 01 BATERIA DE TELEFONE CELULAR MARCA BL-4S;  02 ADAPTADORES PARA CARREGADORES UNIVERSAIS DE CELULAR;  01 BATERIA DE CELULAR MARCA ZTC; 01 BATERIA DE CELULAR MARCA ATU; 01 BATERIA DE CELULAR MARCA BL-6P; 01 BATERIA DE CELULAR MARCA STANDARD BATERY; 05 CARTÕES SD COM ADAPTADORES MARCA SANDISK DE 2 GB; 01 PEN DRIVE MARCA KINGSTON DE 04 GB; 19 ADAPTADORES DE ENERGIA PARA CABO USB NAS CORES PRETO, SEM MARCA APARENTES; 03 FONES DE OUVIDO MARCA LE LONG; 19  PULSEIRAS DA PAZ EMBORRACHADAS EM CORES DIVERSAS; 01 CONTROLE REMOTO PEQUENO SEM MARCA APARENTE, COM 01 BATERIA INTERNA DE MARCA NÃO IDENTIFICADA; 01 ESCOVINHA PEQUENA NA COR BRANCA; 08 CORDÕES PARA CELULARES OU PENDRIVES; 03 WEBCAMS, SENDO 01 NA COR AZUL E 02 NA COR PRETA,  COM SUPORTES EM PLÁSTICO TRANSPARENTES, SEM MARCAS APARENTES; 01 DEPILADOR ELÉTRICO MARCA ETERNY NA COR VERMELHO; 01 ADAPTADOR DE ENERGIA MARCA CE NA COR BRANCA; 01 PERUCA COM CABELOS PRETOS;  01 MOCHILA NA COR PRETA, MARCA NK; 01 APARELHO DE TELEFONE CELULAR MARCA SAMSUNG NAS CORES PRETO E AMARELO, COM IMEI 2886090963358647/03/035041/3; COM 01 BATERIA SAMSUNG, SEM CHIP E SEM CARTÃO SD; 01 TELEFONE CELULAR MARCA VENKO, DE COR AZUL, COM 01 BATERIA DA MARCA VENKO, SEM CARTÃO SD, SEM CHIP, SEM NÚMERO DE IMEI E NÚMERO DE SERIE; 01 TELEFONE CELULAR SEM MARCA APARENTE, COM IMEIS NºS 1)-355200110138994 E 2)-355200110139000, CARTÃO SD DE 2 GB, CHIP VIVO Nº 8955119310700027575607 E OUTRO CHIP VIVO Nº 8955119711000377742810 COM BATERIA SEM MARCA APARENTE, os quais foram encontrados em poder do adolescente cujas as iniciais são J. F. P, de 17 anos,  e que ficarão depositados naquela Unidade Policial até posterior deliberação, visto serem produtos de furtos.

Objetos recuperados pela polícia civil
De acordo com o delegado de Polícia, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, no dia anterior foram feitos vários registros de furtos com arrombamentos em lojas comerciais no centro da cidade e em residências, dentre tais registros foi relatado no boletim de ocorrência nº 00107/2012.000021-9, que na madrugada daquele dia foram furtados na loja Bem Bolado, localizado na Avenida Brasil, Bairro Centro, indivíduos desconhecidos arrombaram e adentraram o recinto levando vários objetos de valor, sendo estes celulares, câmeras digitais, aparelhos eletrônicos, pen drives, mochilas, e a peruca de cabelos pretos e longos sintéticos do manequim. Foi o que chamou a atenção da polícia, uma vez que não é comum a prática de furto incidindo sobre tal objeto. Doutor Vital, pós analisar e estudar o “modus operandi”, ou seja, o modo de agir do criminoso,  entendeu que tal fato seria essencial para descobrir a autoria do crime, haja vista, que o infrator iria se desfazer da peruca ou presentear alguém, repassando o fato a terceiros, alertando informantes e a população em geral que tem denunciado anonimamente para delegacia no combate ao crime.

Objetos apreendidos
Como o delegado preveu, anonimamente foi denunciado que o adolescente residente no Bairro da Lagoa, juntamente com o irmão, foi visto num evento circense que estaria ocorrendo na cidade, distribuindo pulseirinhas coloridas e com a referida peruca brincando no evento. Imediatamente ligou os fatos aos objetos furtados, inclusive associando o “modus operandi” do criminoso ao adolescente que já possui inúmeras passagens registradas na delegacia de polícia por crimes de furtos com arrombamentos e com base nisso, imediatamente acompanhado com um representante do conselho tutelar local Joaquim Cruz e com o agente administrativo Wesley Fernando de Barros dirigiram-se até a residência do infrator no Bairro da Lagoa, a procura dos responsáveis pelo adolescente, quando foram atendidos pelo mesmo e seu irmão Akas Pereira, o qual alegou que nada sabia, permitindo a entrada na residência, onde foram encontrados alguns celulares e aparelhos eletrônicos, já registrados em boletins de ocorrência de furtos em residências em dias anteriores e foi quando o adolescente assumiu a autoria do crime.
Objetos apreendidos
O procedimento policial foi bastante extenso e trabalhoso, haja vista, que uma série de pessoas foram ouvidas no decorrer do dia a fim de apurar o grau de participação das mesmas no crime de furto e se houve receptação por parte de terceiros,  bem como exigiu atenção e tempo por parte do delegado e do escrivão de policia civil, Ronivaldo Colares para lavratura do auto de apresentação e apreensão dos objetos. De acordo com o delegado Doutor Vital, o procedimento policial deve ser concluído no prazo de 30 dias, entretanto, será comunicado imediatamente ao Fórum local, já que o adolescente é reincidente em crimes contra o patrimônio e já há protocolado pedido de busca e apreensão do mesmo para fins de internação pelo prazo máximo na Fundação Casa em Santarém, aguardando-se manifestação judicial nos próximos dias. O delegado de polícia Civil afirmou que somente foi possível a recuperação de tais objetos em razão do esforço comum estabelecido entre a população em denunciar atitudes suspeitas e criminosas somatizadas com a perfeita integração entre a polícia civil e o conselho tutelar na realização específica deste trabalho investigativo e repressivo a infrações penais cometidas por adolescentes no município de Rurópolis.
Reportagem e fotografias: Paulino Mágno
Redação e postagem: H. Marinho


SOCORRO!!!  MINISTÉRIO PÚBLICO DE PORTAS FECHADAS
Não bastasse a falta de policiais para investigar os casos de assaltos e arrombamentos em Rurópolis, a situação piorou para quem precisa do Ministério Publico.

Em visita ao fórum desta Comarca fui informado que a sala onde deveria funcionar o MP, está fechada desde o dia 15 de dezembro de 2011. O funcionário Marcos que dava expediente encontra-se de férias em Brasília e não tem data para voltar, já que o mesmo tem licenças acumuladas e deve aproveitar para prolongar sua estada na Capital Federal. A promotora substituta Doutora Duli Sanier Otakara atende em Santarém e não tem data para dar o ar das graças por essas bandas. E agora? Quem poderá nos salvar? De quem é a responsabilidade?
INFORMAÇÃO: Paulino Mágno
Postagem: H. Marinho




ALELUIA!!!
AS MAQUINAS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RURÓPOLIS ESTÃO COLOCANDO PIÇARRA NAS RUAS DO BAIRRO DA LAGOA.

Secretário "Ico" fiscalizando os serviços

Uma fina camada de piçarra está sendo espalhadas pelas ruas do Bairro da Lagoa. Informações colhidas com o secretario de infraestrutura senhor Aldêmio CampioI Baségio, o popular "Ico", a ordem é pra aterrar todas as ruas daquele bairro, que ganha um novo aspecto. Antes de ser colocada a piçarra as maquinas passam fazendo a limpeza.


Rua sendo trabalhada

Rua sendo trabalhada

  Já que não podemos ter o tão sonhado “asfalto” vamos de piçarra mesmo, de uma coisa tenho certeza, vai diminuir a quantidade de lama por ocasião das chuvas e no tempo da poeira que era amarelada, da cor do barro, vamos ter uma poeira vermelhinha. O que será que vão dizer as donas de casa? Cá pra nós, deu uma boa melhorada...
Reportagem e Fotografia: Paulino Mágno
Postagem: H. Marinho

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

CADÊ A ÉTICA?

Em primeiro lugar, quero agradecer aos blogs que estão acessando o “SEM POLÊMICA”. Dizer ainda, que fico honrado pelo acesso e saber que nossas matérias estão interessando e que estão sendo postadas em seus blogs. Muito obrigado mesmo, com vossas postagens, atingiremos um número maior de pessoas e tanto o meu como o seu será mais divulgado e mais conhecido. Infelizmente, vários parceiros estão postando nossas matérias e colocando como se fosse deles ou de fontes diferentes.

VINGANÇA - DOIS ANOS DEPOIS IRMÃO MATA
ASSASSINO DE IRMÃ E DIZ NÃO
ESTAR ARREPENDIDO



FLAGRANTE EM RURÓPOLIS
 Não estou questionando a postagem e sim a não divulgação da fonte correta. Quando posto uma matéria de outro, tenho o maior prazer de colocar bem forte a fonte, a fim de divulgar também o trabalho do companheiro, além do nome de seu blog. Espero que os companheiros tenham a mesma consideração. Um abração a todos pela consideração e acesso!

sábado, 7 de janeiro de 2012

FLAGRANTE EM RURÓPOLIS


Antônio Góes

Foi preso em flagrante delito na data de 05/01/2012, por volta das 20hs, o nacional Antônio Góes, brasileiro, solteiro, agricultor, natural de Laranjeiras do Sul/PR, nascido em 10/03/1973, 39 anos, filho de Iolanda Góes e Laurindo Cordeiro Goes, pelo fato do mesmo, após denúncias populares, aos policiais do município de Rurópolis, que o referido homem estaria embriagado portando arma de fogo e disparando tiros na via pública, bem como teria ameaçado apontando a referida arma no rosto de um dos vizinhos. Ao saber que a polícia estava a sua procura, Antônio Goes entrou em mata fechada, e dali passou atirar contra os policiais a fim de intimidá-los afirmando que já estava à espera da policia. Foi necessária campana e descaracterização dos policiais para que pudessem prender o homem, após deixar esconderijo,  encontrando-se numa banca de churrasquinho. Ao ser capturado Antônio Goes confessou que não estava mais com a arma de fogo e nem com as munições e que as mesmas foram ocultadas entre palhas que cobriam um chiqueiro em terreno baldio.Na delegacia de polícia perante o delegado de polícia civil que preside o inquérito policial, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, foi apresentada uma arma de fogo tipo espingarda, marca CBC, calibre 32, coronha em madeira de lei, visível apenas os números zero ou letra Q e 27; 01 cano de espingarda sem marca e numero aparente, calibre 36; 01 cano de espingarda serrado, calibre 28; 01 cartucho marca CBC calibre 28 intacto; 01 cartucho CBC, calibre 28 deflagrado; 01 estojo de cartucho marca CBC metálico deflagrado e 01 cartucho marca CBC metálico calibre 32 intacto, os quais foram apreendidos em poder de Antônio Goes.

Arma encontrada como o nacional
De acordo com o delegado de polícia civil, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, titular da delegacia do município de Rurópolis, a polícia militar fez um excelente trabalho na captura do criminoso agindo com cautela e astúcia, e conforme todos os elementos trazidos nos autos, à conduta delituosa de Antônio Goes está inserida nas iras dos artigos 14 e 15 da lei 10.826/2003 c/c art. 329 § 1º do CPB, onde figura como vítima o Estado, fatos estes já comunicados ao fórum do município, bem como sua a solicitação de transferência do criminoso ao Centro de Recuperação Regional de Altamira.
Bop nº 00107/2012.000012-8
Reportagem e fotografia: Paulino Magno
Postagem: H. Marinho